3 de jun de 2011

A Arte de Contar Histórias

A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS

A. PREPARANDO UMA HISTÓRIA
a) Orar sempre
b) Determinar o objetivo
c) Ler, estudar, aprender a história
d) Analisar a história, ver se está de acordo com a Bíblia.
e) Estudar material suplementar
f) Praticar a narração em alta voz
g) Não decorar a história

B. CARACTERÍSTICAS ESSENCIAIS DE UMA BOA HISTÓRIA.

a) Mensagem clara, deve falar por si mesma. A moral acrescentada enfraquece a história.
b) Unidade
c) Ação – Interatividade
d) Não ter muitas personagens.

C. CONTANDO A HISTÓRIA
a) falar  claramente
b) Contar sem olhar roteiros (papeis)
c) Falar com entusiasmo, imaginação e confiança
d) Olhar diretamente para os alunos – todos
e) SENTIR a história – esqueça-se de você!
f) Use gestos, tom de voz expressão facial, olhares de maneira natural.
g) Use diálogo – deixe os personagens falarem
h) Se for uma história imaginária diga logo no início.
i) Não faça sermão durante a história, nem a interrompa com perguntas.
___________________________________________________


D. QUATRO DIVISÕES DE UMA HISTÓRIA

1. Introdução: Começo
• Despertar interesse
• Apresentar os personagens
• Criar ambiente
• Deve ser breve, com poucos detalhes.
• Não precipitar os acontecimentos de coisas ligadas a história. “Na arte de contar história . . . um mau começo é em geral um entrave que não pode ser superado; é prenúncio de fracasso.” Otília Chaves

2. Ação - Sucessão de eventos. Os eventos seguem naturalmente, cada um tem significação mais intensa até chegar ao clímax.

3. Clímax – ponto culminante da história. Sem o clímax a história não tem efeito sobre os ouvintes. Determina a lição moral da história. Depois do clímax a história desce rapidamente para a conclusão.

4. Conclusão -  é o fecho da história. Algumas histórias terminam com o clímax, mas as vezes é bom acrescentar uma ou duas sentenças. Toda conclusão deve ser curta e satisfatória.


Exemplos de algumas Histórias:
Criação, Noé, Abraão, Isaque, Jacó, José, Moisés, Balaão, Josué, Gideão, Sansão, Rute, Samuel, Davi, Elias, Eliseu, Naamã, Joás, Esdras, Ester, Jonas, Daniel, Nascimento de Jesus, Várias Parábolas: Ovelha Perdida, Filho Pródigo, O Semeador, O Bom Samaritano. Jesus acalma a tempestade, Multiplicação dos pães e peixes, Zaqueu, Maria e Marta, Lázaro, As Bodas de Cana, A  cura da filha de Jairo, Os 10 leprozos, A cura de Bartimeu . . .

  COMO PREPARAR A LIÇÃO

Para preparar bem a lição o professor precisa:

j) Ter uma idéia do conjunto-trimestre. É importante conhecer o assunto do trimestre, ler todas as lições do trimestre para não avançar o assunto das próximas lições.
k) Começar a preparar a lição já no Domingo a tarde, enquanto tem na memória tudo o que aconteceu na classe Domingo pela manhã.
l) Se preparar durante toda a semana. Estudar pelo menos 15 minutos por dia.
m) Colecionar variedades de materiais (histórias, curiosidades, estampas, mapas, jornais, revistas e livros) e relaciona-los com o assunto da lição.
n) Confeccionar materiais: cartazes, figuras, versículos, etc.


PROGRAMA DE CLASSE DE 1 A 6 ANOS
1. Recepção : 5 min.
2. Cumprimentos: 5min.
3. Chamada: 2 min.
4. Oração: 5 min.
5. Louvor: 10 min. 6. História Bíblica: de 5 a 8 m
7. Memorização: 5 min.
8. Trabalho Manual: 10 min.
9. Lanche: 5 min.
10.Encerramento: 2 min.
Total: 57 minutos

  COMO ENSINAR OS VERSÍCULOS

Decorar versículos bíblicos fortalece a vida espiritual da criança convertida guardando-a do pecado (Sl119:11; Ef 6:17).
O versículo deve ser ensinado sempre com a referência. Deve ser lido diretamente da Bíblia, mesmo que tenha o visual. A professora deve saber o versículo decorado antes de ensina-lo. Explicar as palavras difíceis e o que o versículo quer dizer.
Repetir com as crianças várias vezes durante a aula, até que elas gravem. Levar para casa o lembrete do versículo para a mãe repeti-lo durante a semana.
Métodos visuais para os versículos:
1) Cartazes: Escreva o versículo com letra legível e coloque um desenho ou figura que ilustre o que você está ensinando. Atenção: sempre coloque a referência completa do versículo. (de preferência sem abreviações)
2) Gestos: Use gestos que expressem o sentido do versículo. Ex: “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor” Salmo 122:1.
3) Versículo musicado: Há muitas musicas para versículos e você também pode criar a sua.
4) Varal: Escrever os versículos em três partes ou mais, e pendurar no varal, depois mude a ordem para ver se as crianças já sabem.
5) Quadro negro: Escrever o versículo no quadro antes do início da aula. Depois ensina-lo, conforme as crianças forem aprendendo, apague algumas palavras, depois tudo e só deixe a referência por último.

Ex. de versículos: “Crê no Senhor e serás salvo”. Atos 13:31
“Sê forte e corajoso” Josué 1.9
“Filhos obedecei a vossos pais.” Efésios 6.1



A IMPORTÂNCIA DOS CÂNTICOS
A Música tem muito valor no trabalho com crianças, pois através dela as crianças aprendem as verdades bíblicas e também adoram a Deus.
A música acalma as crianças, alegra o ambiente e eles gostam de cantar.
Os corinhos devem ser visualizados, bem bonitos e bem feitos, para atrair a atenção das crianças e para que eles guardem a letra e a música com mais facilidade.
A letra deve ser apropriada para cada idade. Se tiver palavras difíceis, explica-las. Deve explicar também o que o corinho significa.
Use sempre bastante gestos, principalmente com os menores. Os gestos ajudam a gravar a musica.
Os corinhos devem sempre trazer verdades bíblicas.
Os cânticos devem ser de preferência de acordo com o assunto da lição.
Para escrever o cântico – você tem dificuldade? Compre normógrafos à venda em papelarias, ou escreva com sua letra mesmo.
Ilustre o cântico com figuras que sejam relacionadas à mensagem do cântico, podem ser com gravuras, recortadas ou desenhadas por você.
Não sabe desenhar? . . . COPIE> E comece a colecionar riscos, pois com certeza você precisará muito!!!


  O TRABALHO MANUAL

Ao ensinar o professor visa passar para a criança, não somente teoria, mas algo prático. Toda criança gosta de atividades, e o trabalho manual é uma boa maneira de conseguir a participação dela.
“O trabalho manual permite a expressão da criatividade, ensina habilidades manuais, desenvolve o gosto da criança, fornece uma lembrancinha da lição que ela pode levar para casa... deve ser uma ferramenta para ajudar a criança a penar na lição, a descobrir como aplica-la à sua vida e guardar no coração o ensino.” (Geórgia Dodd-APEC)
1. O trabalho manual deve ser ligado com a lição. Não é um passatempo!
2. Escolha com antecedência o trabalho manual para poder conseguir o material necessário.
3. Escolher e adaptar o trabalho conforme a idade da criança.
4. Não faça o trabalho para a criança, pode ajudá-la.
5. Sempre prepare uma amostra do trabalho.
6. Não exija perfeição; valorize o que cada um pode fazer.
7. O trabalho manual não deve ocupar tempo excessivo.
8. Ao invés das  crianças fazerem sempre trabalhos para si, é melhor leva-las a fazerem alguma coisa para os outros. Ex: Cartão para as  mães, cartinhas para missionários, presentes para um amigo ou professor.
. O trabalho feito por um grupo de crianças pode ter
mais valor do que cada uma trabalhando sozinha.
10. Antes de iniciar a aula verifique se tem todo material necessário.


Um comentário :

apascentar os pequeninos disse...

Irmã Geórgia... Graça e Paz! Estou mais uma vez aqui e quero deixar meu recado! Quero agradecer o apoio lá no começo, lembra? E quero mais uma vez externar a alegria de conhece-la, de longe na verdade, mas sei que é uma serva de Deus! Comecei meu blog meio por acaso. Na escola tivemos uma orientação para cada professor organizar um blog de acordo com a disciplina que ministrava, e o orientador foi um aluno de suporte técnico da sala de informática, logo após imaginei... podia criar um blog para compartilhar um pouco da experiência e materiais de evangelismo infantil. Não tinha contato com outros blogs do gênero, aliás a pouco tinha conhecido o SEMENTINHA KIDS, e assim foi, iniciei sem saber os comandos e fiquei um pouco estonteado, mas estamos caminhando. Hoje estava olhando os seguidores e mandando uma mensagem de agradecimento, quando recordei os apoios iniciais. E por descuido, ainda não havia indicado seu blog, que é uma benção, em minha lista de favoritos e hoje fiz isso. Estou dedicando dois selos que recebi de outros amigos, para seu blog. Confira. Sei que seu ministério vai muito além dessa página na internet, Deus faça prosperar cada vez mais. E quero agradecer por esse meio de comunicação que me fez conhecer tanta gente do bem!

Postagens recentes